No momento você está vendo Sabe como se alimentar da melhor forma para a Corrida do Pantanal? Nutricionista do Sesi tem dicas para atletas

Sabe como se alimentar da melhor forma para a Corrida do Pantanal? Nutricionista do Sesi tem dicas para atletas

“Comer, comer. Comer, comer. É o melhor para poder correr”. Aposto que você leu esse trecho cantando, e não é para menos. A composição de Elzo Augusto já foi cantada por todas as idades e é muito conhecida, mas por que trocamos a letra? É simples, para lembrar que além de crescer, uma alimentação saudável e correta te faz ter o melhor desempenho para todas as atividades da vida.

E correr está em alta, afinal, faltam apenas 10 dias para a Corrida do Pantanal, o maior evento esportivo de Mato Grosso do Sul e que será realizado em Campo Grande pelo Sesi em parceria com a TV Morena no dia 9 de outubro. Para garantir um bom desempenho na prova, a alimentação certa faz toda diferença.

Pensando nisso, a nutricionista do Sesi Thayná Gil respondeu algumas perguntas estratégicas para ajudar nossos atletas na alimentação antes, durante e após a Corrida do Pantanal. Anote essas dicas e aproveite ao máximo todo conhecimento para garantir uma prova inesquecível.

1. O que comer antes da corrida?

A principal fonte de energia utilizada no exercício vem dos carboidratos complexos como banana, mamão, manga, batata doce cozida, aveia e pão integral. O suco de beterraba com limão é um grande aliado dos corredores, pois contém um nutriente chamado nitrato, que ajuda a levar oxigênio para o músculo de uma forma mais eficiente.

Quanto maior for o tempo de corrida, maior é a necessidade desse consumo de carboidratos. Por esse motivo, é indicado, por exemplo, para o corredor de 5km, comer uma porção de fruta; para o corredor dos 7km, comer fruta com granola; e para o corredor de 15 km, é interessante associar a fruta com granola e mais um pão integral.

2 – Existem alimentos que podem prejudicar meu desempenho?

Devemos evitar alimentos gordurosos e de difícil digestão, como frituras, castanhas, leite e bebidas alcoólicas. Esses alimentos podem causar desconforto e atrapalhar o desempenho na prova. Importante enfatizar que uma boa noite de sono é fundamental para um bom rendimento esportivo.

3 – Correr em jejum é saudável?

Não é indicado correr em jejum, pois não há vantagens, principalmente quem não é adaptado. Se você não tem esse hábito, evite testar novas estratégias no dia da prova. Para quem já é adaptado, é valido reforçar que a última refeição do dia anterior deve ser rica em carboidratos, para que tenha reserva suficiente de energia para ser utilizada no exercício.

4 – Quanto tempo antes da corrida devo me alimentar?

O ideal é comer de forma leve de 40 a 60 minutos antes da corrida. Se tempo é um fator limitante para você, consumir 1 copo de suco integral de uva ou laranja 15 minutos antes da prova pode ajudar a colocar energia de forma rápida sem prejudicar o desempenho.

5. Hidratação também é importante? Antes, durante ou depois da minha atividade?

Hidratação é importante em todos os momentos da atividade. Quando nos exercitamos, nossa necessidade de água aumenta, pois além de perdermos água por meio da transpiração, outros fatores também influenciam, como o tempo de exercício e a temperatura quente.

A água é responsável por regular o equilíbrio de temperatura do nosso corpo durante o exercício. Por esse motivo, estar bem hidratado antes, durante e depois da prova auxilia a manter um bom rendimento na atividade durante todo o percurso, além de evitar fadiga e desmaios.

6 – Após a corrida, quais alimentos são indicados para ajudar a repor minha energia?

Repor os estoques de carboidratos é muito importante para recompor a energia. Água de coco é uma excelente opção para hidratar com nutrientes e repor carboidratos de forma rápida. Também é recomendado consumir proteínas, como carnes magras, ovos e iogurtes, pois atuam na reconstrução dos músculos desgastados pelo exercício.